Maternidade

Trabalho de parto: como identificar e o que fazer?

Nas últimas semanas de gestação é normal que as mamães fiquem nervosas e com medo de não conseguir identificar o início do trabalho de parto.

E embora sua mãe ou suas amigas possam lhe aconselhar e orientar sobre os sinais que surgirão, eles podem variar de mulher para mulher.

Por isso, criamos esse post explicando cada um dos possíveis sinais que podem surgir, assim será fácil identificar a tão esperada chegada do novo membro da família e se preparar para esse momento tão especial.

Quer saber como identificar o trabalho de parto? Prossiga a leitura e aproveite nossas dicas.

Sinais do trabalho de parto

Trabalho de parto

 

Perda do rolhão mucoso

Antes mesmo das contrações começarem, cerca de um ou dois dias antes, é perceptível um corrimento mucoso rosado, sendo possível até mesmo algumas listras de sangue. O sangue nada mais é do que o rolhão mucoso que fechava o colo do útero.

Mas preste atenção na secreção, para que você a note e para não se confundir com uma secreção acastanhada e sangrenta, que é normal após um exame de pré-natal.

E também existem alguns poucos casos em que as contrações começam antes da perda do rolhão mucoso, se for o seu caso, saiba que é totalmente normal.

Percebendo esses sinais, você saberá que o trabalho de parto está próximo, mas ainda existem algumas outras etapas antes do momento exato.

Muitas contrações em um intervalo pequeno

As contrações normalmente se iniciam a partir da 37ª semana de gestação, recorrente durante dias ou até semanas. Mas, enquanto surgem de três em três horas ainda não indica que o trabalho de parto começou.

Ele só começa quando há três contrações a cada dez minutos e junto a dilatação de três centímetros, então percebe-se que o trabalho de parto está próximo.

A cólica vai ficando cada vez mais intensa e dolorosa, o desconforto é bem parecido com uma cólica renal ou até uma dor de barriga, começando nas costas e terminando na frente, duram entre 30 a 40 segundos.

Dilatação

Através das contrações se inicia também a dilatação, no início é normal que seja aleatória, como já citamos são três contrações a cada 10 minutos, mas elas podem durar por 12 horas ou até mais.

A dilatação do colo do útero que indica com mais precisão o início do trabalho de parto é aquela que aumenta 1cm a cada hora que se passa, até chegar 10cm , então será hora de ir para a maternidade.

Rompimento da bolsa

O rompimento da bolsa normalmente é após as contrações e o dilatamento. Após o seu rompimento um líquido quente escorre pelas pernas da mãe em grande volume, podendo ser de 700ml a 1 litro.

Após seu rompimento as contrações se intensificaram ainda mais. Mas é importante lembrar que essa ruptura nem sempre acontece, existem casos onde os médicos precisam rompê-la e nos casos de partos prematuros, a bolsa pode romper antes mesmo das contrações.

Expulsão

Assim que o canal de parto se dilata por completo, as contrações ficam ainda mais fortes e então o bebê começa a forçar o nascimento. Mas, isso não significa que o trabalho de parto será neste exato momento, até o nascimento há ainda um período, exceto alguns casos.

Assim que o bebê descer pelo canal de parto, o trabalho voluntário da mãe se iniciará. Vendo que muitas mães se encontram inseguras por não saberem o que fazer, especificamos algumas dicas para você.

Na hora do parto você deve comprimir os músculos abdominais e fazer força para que o bebê saia por completo. O ideal é fazer forças em sincronia com as contrações e caso seja necessário o obstetra a ajudará com alguns instrumentos.

O ideal é ir para a maternidade assim que a bolsa se romper, já que esse sinal é bastante próximo da hora exata do trabalho de parto. Assim você não corre o risco de ganhar o seu bebê antes mesmo de chegar na maternidade e de forma não programada.

Agora que você já sabe identificar o trabalho de parto, conheça o nosso artigo sobre camisolas gestantes e garanta o conforto ideal para o seu pós parto.

 

Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close