Maternidade

Tipos de parto: qual a melhor opção para mim e para meu bebê?

Para as futuras mamães, é importante conhecer os tipos de parto que estão disponíveis.

É normal que as gestantes se encontrem num mar de dúvidas e ainda por cima sempre tem aquele familiar que resolve impor a sua opinião.

Embora as opiniões alheias sejam importantes, é ainda mais importante escolher a opção mais viável para você e para o bebê, e claro, que te deixa segura e tranquila para esse momento tão esperado.

Muitas mamães ficam em dúvida sobre a diferença de um parto para outro, por isso separamos aqui os principais partos para te ajudar na escolha ideal, veja a seguir:

Tipos de parto

Tipos de parto - como escolher o ideal para mim

1. Parto natural ou humanizado

O parto natural ou humanizado é quando o nascimento do bebê não tem intervenção de nenhuma droga, anestesia ou procedimento clínico.

É o parto normal, mas nesse caso a maioria das vezes acontece em casa, porém hoje já se encontra esse tipo de procedimento em algumas maternidades também.

2. Parto normal

O parto normal é considerado o mais saudável e mais indicado, mas infelizmente nem todas as mulheres podem optar por essa opção, em alguns casos é pela falta de passagem na vagina e em outros o falso posicionamento de alguns médicos.

Nesse parto usam-se poucas doses de anestesia ou analgesicos para garantir que a mamãe suporte as dores. Sua vantagem é a rápida recuperação, que possibilita a volta das atividades em um período mais curto que qualquer outro parto proporciona.

3. Parto na água

Embora não seja muito comum, existem maternidades especializadas nesse tipo de parto. Sua vantagem é que o bebê sofre uma transição agradável ao sair do ventre materno, sem grandes impactos.

4. Parto de cócoras

O parto de cócoras é um parto normal feito na posição de cócoras. Essa posição facilita bastante a saída do bebê do útero, já que o caminho está a favor da gravidade.

É importante que a mãe se prepare para esse tipo de parto, embora possa se usar uma cadeira especial para se apoiar, o ideal é que a gestante fortaleça a musculatura das pernas para aguentar o parto.

A sua vantagem é que nessa posição a dor diminui e os riscos de comprometimento do períneo são ainda menores.

5. Parto com fórceps

Esse tipo de parto é feito com a ajuda de um equipamento que puxa o bebê do ventre materno. O equipamento se assemelha a duas colheres, onde se envolve a cabeça do bebê para facilitar a sua saída.

Esse tipo de parto é muito recomendado quando o feto corre risco de vida ou quando a mamãe tem problemas cardíacos ou respiratórios, já que fazer esforço pode colocá-la em uma posição de risco.

Caso a sua escolha for o parto com fórceps, verifique se a equipe médica é experiente e se o equipamento usado por eles é feito de silicone, evitando assim lesões ao bebê.

Camisola Maternidade

6. Parto Leboyer

O parto leboyer também preza pelo bem estar da mamãe e do bebê. Esse tipo de parto é feito em um ambiente muito tranquilo e que seja referente ao útero da mãe para não causar impacto e nem traumas ao bebê.

Por isso, a luz do ambiente deve ser baixa, com a temperatura aquecida e com o máximo de tranquilidade possível no local. O corte do cordão umbilical só é feito quando as pulsações cessam.

Lembrando que esse parto não é sinônimo de parto normal, pode ser feito também na cesariana ou até mesmo na água.

7. Parto cesárea

O parto cesária é feito através de um corte no ventre da gestante, onde o feto é extraído. A cirurgia possui um corte profundo desde o epitelial até o abdômen, o que resulta em uma recuperação mais demorado.

A cesárea é mais recomendada quando se há riscos, mas hoje ela tem sido muito escolhida pelas mamães devido a comodidade.

A anestesia peridural permite que a gestante fique acordada durante todo o procedimento e sem dor alguma.

Analisando todas as opções fica fácil decidir qual dos tipos de partos se encaixa melhor no seu perfil e no seu desejo, proporcionando assim uma gestação com uma maior tranquilidade.

Agora que você já conhece os 7 principais tipos de parto, clique aqui e saiba o que levar para a maternidade.

 

Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close