Consumo Consciente

Fashion Revolution: o movimento por uma moda consciente

Você já parou para se questionar sobre as etapas de produção das suas roupas? Quem as produziu e em quais condições? Pois é justamente isso que o movimento Fashion Revolution, ação mundial que está ajudando a transformar a forma como a moda é pensada e produzida, questiona.

O movimento, criado em 2014 no Reino Unido, acredita no poder de transformação positiva através da moda. Ele é um forte aliado na busca por responsabilidade, ética e transparência nos processos deste importante setor.

Seus principais objetivos são aumentar a conscientização sobre o verdadeiro custo das roupas, buscar soluções sustentáveis para o futuro da moda, criar conexões e trabalhar a longo prazo.

Legal, não é mesmo? Neste post, daremos mais detalhes sobre o Fashion Revolution e explicaremos como você pode participar.

Fashion Revolution Day: como surgiu?

O movimento foi criado após um conselho global de profissionais da moda se sensibilizar com o desabamento do edifício Rana Plaza em Bangladesh, em abril de 2014. A tragédia causou a morte de 1.134 trabalhadores e deixou mais de 2.500 feridos.

As vítimas trabalhavam para marcas globais em condições análogas à escravidão.

Desde então, o Fashion Revolution busca conscientizar a população mundial sobre o real custo da moda e seu impacto sobre as pessoas e o meio ambiente ao longo de todo processo de produção e consumo.

Realizado inicialmente no dia 24 de abril, o Fashion Revolution Day ganhou força e hoje tornou-se a Fashion Revolution Week. O evento conta com atividades promovidas por núcleos voluntários (composto por designers de moda, professores, alunos, profissionais da imprensa e consumidores), em mais de 100 países.

A Semana Fashion Revolution

No Brasil, o movimento atua há 4 anos. Durante a Semana Fashion Revolution, que acontece em abril, são realizadas ações, rodas de conversa, exibições de filmes e workshops, que promovem mudanças de mentalidade e comportamento em consumidores, empresas e profissionais da moda.

Em 2018, a Semana Fashion Revolution 2018 envolveu aproximadamente 23 mil pessoas em 47 cidades do Brasil e contou com mais de 400 voluntários e 38 embaixadores em universidades, comprometidos com a organização de 733 eventos.

Para se ter uma ideia, em 2017 foram realizados 225 eventos, e em 2016, 54. Ou seja, é um projeto que está em constante crescimento.

#QuemFezMinhasRoupas

Fashion Revolution

A conscientização é o primeiro passo para que grandes transformações aconteçam. Você pode participar desta campanha nas redes sociais, em qualquer momento do ano.

— Nós queremos que você pergunte: ‘Quem fez minhas roupas?’. Essa ação irá incentivar as pessoas a imaginarem o “fio condutor” do vestuário, passando pelo costureiro até chegar no agricultor que cultivou o algodão que dá origem aos tecidos –,  afirma Orsola de Castro, co-fundadora do movimento, que completa:

— Esperamos iniciar um processo de descoberta, aumentando a conscientização de que a compra é apenas o último passo de uma longa jornada que envolve centenas de pessoas –.

Como participar

1 – Faça uma selfie com a etiqueta da marca que está vestindo

2 – Pergunte na legenda: @nomedamarca  #QuemfezMinhasRoupas? #FashionRevolution

3 – Poste e faça parte dessa revolução!

A moda é uma força a ser considerada. Ela inspira, provoca, conduz e cativa. A Monthal acredita no poder de transformação positivo da moda e apoia movimentos como o Fashion Revolution.

Entendeu a importância do movimento Fashion Revolution? Assine nossa newsletter para receber mais  mais dicas e informações sobre nossa loja.

O que é consumo consciente

Tags
Show More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close