Dicas para dormir bem

4 Formas de evitar rinite, além da limpeza do colchão

Quem sofre com rinite alérgica sabe como é desconfortável enfrentar a congestão nasal, coriza, tosse e espirros contínuos, além de irritação nos olhos e no nariz.

Essa é uma condição que não tem cura, mas tem tratamento capaz de melhorar a qualidade de vida dos indivíduos acometidos por ela.

No entanto, não é apenas o clima frio que pode desencadear os sintomas desse mal, mas sim coisas que você pode estar fazendo agora mesmo na sua casa, além de hábitos diversos.

A limpeza adequada do colchão em que você dorme é algo muito importante no combate aos tais sintomas, mas essa não é a única medida que deve ser adotada para que os temidos espirros e irritações se mantenham longe de você.

Dessa forma, existem atitudes que podem ser adotadas a fim de que você evite a contração desses sintomas e possa garantir uma vida mais saudável, sem os desconfortos ocasionados pela doença.

Neste artigo preparamos 4 dicas comprovadas que te ajudarão a evitar adquirir tais crises. Saiba mais:

1. Evite o uso de vassouras

Se você ou outra pessoa costuma limpar sua casa com vassouras e espanadores, é melhor começar a repensar essa prática.

Ao fazer isso, a poeira que está no chão e nos objetos é levantada pelo ar e pode chegar a você, desencadeando espirros, tosses e irritações.

Em vez de optar por esses utensílios, dê preferência aos aspiradores de pó com filtros especiais e passe pano úmido no piso e na superfície dos móveis, de preferência diariamente.

Isso fará com que diminua a incidência de poeira nessas planícies e você poderá respirar melhor, além de contribuir para a higiene doméstica.

2. Atenção ao mofo

O mofo, também conhecido como bolor, é um dos elementos capazes de despertar crises de rinite alérgica, principalmente quando ele está concentrado no local em que você dorme.

Para evitar que o mofo se instaure, é necessário diminuir a umidade do ambiente. Por isso abra as janelas. Se o sol bater dentro do ambiente, melhor será para a eliminação de tais fungos.

Diluir um pouco de água sanitária na água e aplicar nos focos de bolor é a melhor forma de removê-los.

3. Mantenha a roupa de cama sempre trocada

A roupa de cama deve receber especial atenção quando se tem rinite. Isso porque o tecido acumula ácaros que podem desencadear crises.

A troca deve ser feita, no mínimo, uma vez por semana, de forma que a rouparia seja lavada e secada no sol ou no ar quente.

Dessa maneira, os resíduos epiteliais e de poeiras que ficam presos nos entremeios dos fios do tecido são expelidos.

É importante não utilizar amaciante ou demais produtos durante a lavagem com cheiro muito forte, uma vez que isso pode favorecer o surgimento de espirros e irritações.

Por fim, evite travesseiros feitos de pena ou paina.

4. Utilize pijamas limpos e com tecidos respiráveis

Assim como a roupa de cama, os pijamas devem ser lavados frequentemente, pois acumulam poeira e resíduos epiteliais.

O cuidado de não utilizar alvejantes e produtos com cheiro forte também é válido nesse caso.

Os pijamas e camisolas limpos são essenciais para ajudar a evitar crises de rinite e ainda oferecer-lhe uma confortável noite de sono.

A fim de evitar o acúmulo de sujeira, utilizar pijamas de fibras como liganete e poliamida pode ser uma excelente opção, pois, durante a lavagem, os resíduos acumulados na trama do tecido é mais facilmente retirado do que em tecidos como o algodão, por exemplo.

Dessa maneira, os pijamas e camisolas são importantes aliados no combate aos sintomas da rinite. Invista em boas opções para manter tais sintomas afastados e desfrutar de um sono agradável.

Tags
Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close